Corpo docente

Frederico Coelho

Professor Assistente do Departamento de Letras

Possui graduação em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994-1999), Mestrado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999-2001) e Doutorado em Literatura Brasileira pela PUC-Rio (2004-2008) com Bolsa-Sanduíche da Capes por um ano na New York University (2006). Entre 2001 e 2009 foi pesquisador do Núcleo de Estudos Musicais (NUM) da Universidade Cândido Mendes e pesquisador do NELIM (Núcleo de Estudos de Literatura e Música) da PUC-Rio entre 2009 e 2012. Tem experiência nas áreas de História, Literatura e Artes Visuais, com ênfase em cultura brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: história cultural brasileira, pensamento crítico brasileiro, música popular, memória e práticas culturais, arquivo e literatura, artes visuais e literatura, Modernismo brasileiro, Tropicalismo, Hélio Oiticica, e cultura marginal. Publicou diversos livros, artigos e obras organizadas. Além disso, trabalhou como pesquisador e redator (ou roteirista) para documentários, séries televisivas, sítios eletrônicos, editoras e instituições culturais. Entre 2008 e 2010 atuou como colaborador na coordenação dos cursos do Pólo de Pensamento Contemporâneo do Rio de Janeiro. Em 2009 tornou-se curador-assistente de artes visuais do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM-RJ), onde ficou até julho de 2011 trabalhando com Luiz Camillo Osório. Desde agosto de 2014, é Professor Assistente dos cursos de Literatura e Artes Cênicas e da Pós-Graduação em Literatura, Cultura e Contemporaneidade (PPGLCC) do Departamento de Letras da PUC-Rio. Atualmente é coordenador da pós-graduação lato-sensu Formação do Escritor (Departamento de Letras PUC-Rio/CCE) e Co-coordenador do PPGLCC.

Atualmente venho desenvolvendo o projeto de pesquisa "Contracultura e experimentalismo no Brasil – rupturas, releituras e permanências", cuja primeira fase termina em 2017. Este projeto tem como premissa fundamental propor uma releitura crítica do tema que historicamente se configurou chamar de “contracultura brasileira”. Um alerta em tal tipo de empreitada, é a definição clara deste termo. Ao trabalhar com o tema da cultura marginal e de outros movimentos culturais brasileiros dos anos 1960/1970, sempre tivemos como meta teórica encontrar uma forma de abordagem que consiga dar conta de um objeto que reuna de forma produtiva um amplo sistema artístico e uma categoria estético-teórica específica. Afinal, “contracultura” tanto pode ser um estilo de vida quanto uma forma de classificar uma obra ou carreira artística. 


No nosso caso particular, o tema da contracultura será um ponto de partida para uma reflexão mais ampla do que atualmente se espera dele. O intuito é, após a pesquisa, termos uma nova forma de pensarmos as obras e os artistas que estão, de forma muitas vezes estáticas, atreladas ao termo “contracultura”. A proposta é adensarmos o termo em suas especificidades brasileiras e internacionais para, contraditoriamente, esvaziar suas atuais representações, visando o redimensionamento radical de seus debates.

A pesquisa vem apresentando uma série de resultados em artigos, ensaios e apresentações ao longo dos ultimos dois anos. A intenção, ao final de 2017, é a publicação de um volume que reúna tais textos e apresente de forma consistente alguns dos recortes sugeridos ao longo do processo de trabalho.  

PONTÍFICIA UNIVERSIDADE CATÓLICA DO RIO DE JANEIRO
Rua Marquês de São Vicente, 255, Gávea
Rio de Janeiro, RJ - Brasil - 22451-900

DEPARTAMENTO DE LETRAS
Ed. Padre Leonel Franca - 3º andar
(21) 3527.1770

PUC-RIO
Todos os direitos reservados
© 2016

Selo da PUC-Rio

 

Melhor visualização: Internet Explorer 7.x, Firefox 3.x, Chrome 7.x, Safari 5.x ou versões superiores; 1024 x 768 pixels.

 


Siga-nos no Facebook
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 225, Gávea -
Rio de Janeiro, RJ - Brasil - 22451-900

Departamento de Letras
Ed. Padre Leonel Franca - 3o. andar
(21) 3527.1770

PUC-RIO © 1992 - 2012. Todos os direitos reservados.